quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Nordestino....Sim Senhor

Qual o seu preconceito com o povo nordestino?


Da minha parte respondo nenhum, afinal nem sei responder de que mistura sou feita. Sei de onde vem o sangue que corre em minhas veias, mas se misturar tudo...(vira-latas?) Minha mãe é filha de uma alagoana com um espanhol, paulista por nascimento, meu pai é potiguar, filho de potiguares (nesse rolo todo, raça pura só meu pai....rsrsrs).
Eu não gosto quando as pessoas definem a outras em tom preconceituoso, e escuto isso todos os dias, principalmente contra os rapazes nordestinos que trabalham na fábrica da empresa onde trabalho...nordestino não tem cultura, não tem educação, são mortos de fome.... e por ai vai. As pessoas que tecem esse tipo de comentário são pessoas de mente estreita, pensamentos retrógrados, pessoas que julgam e apontam sem ao menos conhecer, sem se abrir a novas culturas pessoas com vergonha de dizer que em seu sangue corre sangue nordestino. Claro que no nordeste tem muita pobreza, muita seca, mas pobreza você encontra em todo lugar, e não somente no nordeste. O pior é escutar que no nordeste o povo não tem cultura, então o que dizer de Ariano Suassuna,  Rachel de Queiroz, Jorge Amado, Gonçalves Dias, José de Alencar, Rui Barbosa, José Lins do Rego entre muitos outros que não citei. Tenho asco por qualquer forma de preconceito e escutar palavras grosseiras sobre nordestinos me deixa de mal humor, me deixa zangada, me deixa ofendida.


Não sou grande conhecedora do noredeste e suas necessidades, mas falo pelo meu pai, pelo meu marido e pelo mês que passei em fèrias em Natal - RN, esse mês me fez conhecer um pouquinho desse povo tão amigo. Andei por praias maravilhosas, mas também andei no interior, entrei em casas onde não era conhecida e me recebiam com uma abraço forte, um café e um sorriso, outras era recebida como algo estranho, com curiosidade, mas nunca  mal tratada, nunca ofendida, vi muita casinha de pau a pique com redes nas varandas, vi pessoas que trabalham duro e merecem todo o respeito, vi um povo iluminado, que sabe receber e sabe afagar.


Escutando o dialogo ofensivo aos nordestinos, percebi que essas pessoas com as quais tenho que conviver diariamanete, definem as pessoas por raça, porque uma delas abria a boca com todo o orgulho para dizer que "ela" era praticamente europeia, porque os pais eram italianos, então ela só tinha sangue italiano (minha filha se fecha numa bolha e fica vegetando nela). E quem não tiver uma "raça" somente, deve ser tratado ofensivamente? O que me espanta é que em pleno século 21 existam pessoas tão arcaicas.


Deixa eu com minha viralatisse.  Humf...falei!

23 comentários:

Astrid Annabelle disse...

Olá Nathália!
Achei o máximo este seu texto!
Sou baiana, de família tradicional baiana do seguinte jeito:
todas as mulheres são nascidas em Salvador,BA
todos os maridos são ou alemães ou ingleses
Com isso tenho um visual "europeu". Mas o sangue que corre nas minhas veias é brasileiro, baiano, nordestino, descendente direto de preto com branco.
E eu sou como você...fico muito brava quando falam mal dos nordestinos!!!!
Quem teve educação fica quieto...são as mentes ignorantes que fazem as gracinhas!!!
Não deveria me exaltar e nem julgar, mas com este assunto subo nas tamancas e sai de baixo!!!!rsss
Não está sozinha viu?
Estou te seguindo!!! E voltarei!
beijo
Astrid Annabelle

Luciana Klopper disse...

Cada coisa q acontece, nem parece q estamos em pleno ano 2011 quase!!
Ná, vc é uma querida, penso sempre em vc tb, gosto mto de vc de verdade, tenho andado com a vida corrida por conta dessa gravidez, antes já tava tb, mas agora o cansaço é grande!!rsrsrs a preguiça inda maior!!
Estamos bem, fiz a ultra de translucencia nucal, mas a médica disse q era cedo pra arriscar o sexo, só mês q vem acho q saberei...se não puxar a irmã...tô com tres meses e o maior barrigão, to esperando ficar com barriga mais de gravida pra postar foto!!
bjs saudades

Chica disse...

Somos obrigadas a ver cada coisa,heim?

Adoro os nordestinos, o seu modo de falar e levar a vida.

Mas esse preconceito é fogo mesmo!
Justa indignação!beijos,chica

Dani dutch disse...

OI Ná, tudo bem?
Ná eu também nao gosto de nenhum tipo de discriminaçao, seja ele cor da pele, raça, tamanho.
Somos todos seres humanos, feito da mesma matéria-prima, carne e osso, precisamos sim é viver em mais harmonia uns com os outros, mais tolerancia e amor ao próximo.
bjuss e excelente texto
Danidutch

Dani Brito disse...

Aii que lindo! srsrs
Minha mãe é baiana
Meu pai é paulista
E realmente as pessoas do nordeste são super receptivas, eu adoro a Bahia!
Vou confessar que as vezes eu faço brincadeiras, sabe (mania feia), mas nunca ofendi nem menosprezei ngm tanto porque não sou melhor. Ridiculo isso...

Beijokas

Dama de Cinzas disse...

No Brasil muito pouca gente pode afirmar uma etnia, aqui é uma mistura total...

O cara do senso dias desses me perguntou minha cor e deu algumas opções, eu ri e disse que ia escolher parda, porque é a que mais descreve a mistura de etnias que é a minha família... rs

Beijocas

FADINHA disse...

"Enquanto imperar a filosofia de que há uma raça inferior e outra superior o mundo estará permanentemente em guerra."
Bob marley

A alma não tem cor, credo, raça, sexo... e somos todos filhos do mesmo Pai, né amiga?
Adorei a abordagem!
Bjs

LUFE disse...

Ná,

Pessoas como a sua colega, de "sangue europeu" esta pior do que as pessoas as quais discrimina, pois é uma pessoa frustrada que quer se mostrar melhor que os outros.Tem muito nordestino ignorante? Tem sim. Como tem italiano, bulgaro, russo ou de qualquer outra nacionalidade. O Obama é negro, mandatario anterior da ONU tambem, Todos que você citou acima são nordestinos, e daí? Eles não são o que são pela cor da pele, pela região ou pais que nasceram, mas porque são gente.
A pessoa que faz qualquer tipo de discriminação, que debocha das pessoas, que as humilha, não é!

Obrigado pela visita, vim te ver e não podia sair sem um comentariozinho, a lingua coçou...rs

bjo

Tatiana disse...

Vixie Maria, preconceito em um mundo tao globalizado é demais de engolir!!
Ignorancia e preconceito...andam de maos dadas dentro de certas pessoas, me distancio quando encontro uma!!
Ná querida, super obrigada pelo comentário, o furacão ja deu meia volta e deixou so umas chuvas por Cancun, graças a Deus!!
Beijocas!!

Anne Lieri disse...

Ná,é verdade!O povo nordestino é mesmo vítima de enorme injustiça e preconceito!Trabalham tanto,construiram São PAULO e mesmo assim,sofrem bulling.Adorei seu texto!Muito bem falado!Bjs,

Cantinho She disse...

Oi Ná, imagine, querida, fique à vontade lá no meu Cantinho, querendo comentar comente, não querendo ou não conseguindo também não tem problema nenhum, viu?! ;)
Deixa eu te falar o meu livro está à venda no site da Editora Clube de Autores, no link a seguir:
http://www.clubedeautores.com.br/book/30926--Cabra_Cega
Se preferir pode clicar em cima da capa do meu livro que está logo no início lá do meu blog. Fique tranquila que o site é seguro... Qualquer coisa vc me fale.
Ahhh qto a ler o primeiro capítulo, não tem como, só adquirindo o livro mesmo, mas neste link que eu te mandei você poderá ler a sinopse do livro... ;)
Beijo, beijo!
She

PS: Ahhh que bom que gosta do meu blog! ;)

Cantinho She disse...

Ahhh e sobre o seu post, não posso ter preconceito nenhum com nordestinos porque a minha família todinha é de Aracaju, Sergipe... hehe
Mas euzinha aqui é carioca da gema... ;)
Beijo, beijo!
She

Ronda disse...

Olá Ná,
Todos sabemos que o preconceito existe, infelizmente. Parece que algumas pessoas têm a necessidade de se serem melhores, ou superiores, às outras para se sentirem bem.
Pelo menos num ponto isso é bom. Assim podemos saber de quem manter distância...
Abraços!!

Fabinho disse...

Ei Nathalia,

Estou vindo aqui pela primeira vez e me deparo com esse belo texto, que trata de um assunto tão sério.

Acho que o preconceito está presente no nosso dia-a-dia, como se fosse um elemento de primeira nescessidade do ser humano, quando no fundo nós sabemos do quão repugnante isso é.

Há de se ter "pena" dos preconceituosos, eles não imaginam o que espera por eles...

Forte abraço (sem preconceito)

Lianara **Lia** disse...

Olá!
Vi um comentário seu no blog do Alexandre, fiquei curiosa e vim espiar. Chegando aqui me encantei com o seu cantinho.
Já virei fã seguidora, viu?

Abraços

Lia
Blog Reticências...

http://liaks25.blogspot.com/

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Sinceramente? Tenho dó dessa sua amiga. Precisa se nutrir de preconceito para se sentir um pouco melhor. Ter alguém para desprezar é ótimo, assim ela se sente um pouco menos pior consigo mesma.

Eu entendo tudo o que vc quis dizer. Não tenho origem nordestina (o que considero uma pena, pq adoraria poder passar férias todo ano no Nordeste rs, acho lindo) mas sou uma salada misturada tb. Por parte de pai sou

Burro quem diz que o nordeste não tem cultura. Uma das regiões mais ricas culturalmente, tem é um histórico sofrido.

Manda sua amiga dar uma voltinha na Itália, pra ver como ela vai ser tratada... duvido que esse discursinho infeliz continue qdo os italianos a olharem como a "brasileira, selvagem" e ela for vítima do preconceito que ela mesmo sente.

gente pobre de espírito, odeio!
bom dia

Eve disse...

Eu nem vou entrar nesse tema, viu?
Pq além de nordestina, tb sou estrangeira agora. As pessoas tem ideias muito erradas. Tanto pq tem uma ideia pre-fabicada na cabeça de como deve ser o que não se conhecem, tanto por ainda repetirem o senso comum, mas ele nem sempre está certo.
O bom é conhecer e isso ninguém faz.
Bjs!

(CARLOS - MENINO BEIJA - FLOR) disse...

Que bom,agora posso dizer o que penso do povo nordestino. Nâo tenho preconceito com povo nenhum, respeito o Brasil todo, mas posso dizer que as culturas que mais gosto, são a mineira e a nordestina. Sempre fui muito bem tratado pelo povo nordestino. Além de sabermos que é um povo de garra por toda sua história. Beijos

orvalho do ceu disse...

Olá, Ná querida
Meu pái era Pernambucano, minha avó era Baiana... logo, gosto demais do povo nordestino...
Passo para agradecer a sua visita ao meu Blog, ofertar-lhe um selinho feito exclusivamente para meus seguidores pelas 30.000 visitas e dizer-lhe meu muito obrigada pelo carinho e amizade.
Nosso trabalho honesto como blogueiro(a) engrandece o nome do nosso Criador.
Tenha excelente fim de semana!!!
Bjs

Elaine Barnes disse...

Adorei seu texto.Não tenho preconceito e uma das minhas melhores amigas é nordestina. ôh povo sincero viu! Adoro!!!! Montão de bjs e abraços

Malu Machado disse...

Olá Ná, prazer em te conhecer. Em tempos de globalização, onde todos os dias damos saionará para o Alexandre, falar em pureza de raça é besteira. Pura ignorância cultural. Somos todos massa forjada das experiências que passamos. Nenhum de nós é tão puro. A começar pela sua amiga que pelo que entendi não é italiana rss.

Parabéns pelo belo texto e pelo desabafo.

Ficaria feliz com uma visita sua no meu espaço. Te espero por lá.

Bjs,

Lidia Ferreira disse...

Minha querida
Isso e tão ridículo né , ficar falando que tem sangue europeu e tão cafona , esta moda agora e valorizar o nosso sangue brasileiro seja ele índio , nordestino , paulistano, baiano
bjs

Jose Sousa disse...

Olá querida amiga Nathalia!

Mais um optimo artigo, como sempre gosto de vir até aqui! Quando não deixo um comentário é por falta de tempo.

Passe em meus blog's e deixe o seu comentário.

www.queriaserselvagem.blogspot.com
www.congulolundo.blogspot.com
www.minhaalmaempoemas.blogspot.com

E-mail: kwachta@hotmail.com

Um grande abraço