quarta-feira, 3 de novembro de 2010

24 HORAS PARA SALVAR SAKINEH

Inaceitável que a violência contra a mulher continue.

Não é possível haver gente neste mundo que considere correto matar uma mulher por um "erro" cometido.


Chega de violência contra a mulher!


A gente não tem como transformar a história com um simples post em blog. Mas pelo menos fica aqui registrado que não aceitamos e não concordamos com esse tipo de violência, que estamos contra à barbárie.

Leiam o texto abaixo, de autoria da Margarida.
 
 


Texto via "Banzai", o blog da minha querida amiga Margarida, lá de Portugal

http://lolipop-banzai.blogspot.com/

Vamos divulgar!
SAKINEH MOHAMMADI - ASHTIANI - PARA TODAS AS BLOGUEIRAS E BLOGUEIROS!

Lembram-se da SAKINEH?


Aposto que sim. Vi este rosto em muitos blogues, assinaram-se petições para evitar que esta Iraniana, acusada de adultério, fosse barbaramente condenada á morte por apedrejamento. Aparentemente os carrascos cederam. Falou-se até numa possível libertação. O caso Sakineh deixou de ser lembrado e comentado. Afinal de contas são tantas as causas a que temos que responder, e o Irão fica tão longe...Pensámos que tínhamos ganho uma vitória contra a barbárie. Mas os bárbaros estavam apenas á espera que a opinião pública internacional se cansasse, se calasse.

Depois, calmamente calaram as vozes internas mais preocupantes. O filho e o advogado de Sakineh foram presos a 10 de Outubro. Desde 11 de Agosto que as visitas foram proibidas, e o regime fabricou, na sombra, um novo cenário, anunciando que "de acordo com as evidências existentes, a sua culpa (de Sakineh) foi confirmada". Culpa? Que culpa é essa, que a fez ser punida com 99 chicotadas? Que culpa pode condenar alguém a uma morte cruel, desumana, atroz? Que culpa lhe atribuem para não a apedrejando, ainda assim a enforcar?

Foi contra isso que nos manifestámos, esquecendo que devíamos ter ido até ao fim pressionando, exijindo que a libertassem.

Temos 24 horas para usar os nossos blogues, as nossas vozes, para mostrar que não esquecemos Sakineh, que estamos atentos e que denunciamos não só a barbárie mas também a injustiça.


Hoje, fui alertada. Procurei na net. Está aqui, e aqui, em vários sites. Foi dada ordem para a execução de Sakineh, por enforcamento. A data indicada é amanhã, 3 de Novembro.




Sei que posso contar convosco!!!!!!!!!!!
Publicado em http://lolipop-banzai.blogspot.com/

11 comentários:

Chica disse...

Isso é muito griste e inadmissível para nossa cabeça e cultura, mas por lá...tudo diferente,Pena!beijos,chica

Tomara um milagre aconteça!

Tatiana disse...

É isso aí Ná, obrigada pela divulgação!
Bjs.

Ronda disse...

Oi Ná,
Cada coisa que ainda temos que presenciar em pleno século 21... Este protesto é muito válido, pois a opinião pública pode fazer a diferença.
Abraços!!

comunicadoras disse...

Oi Ná! Não sei o que aconteceu, pois estou a comentar pela segunda vez; não sei onde vai aparecer o outro comentátio. Bem...perante atitudes destas digo sempre que a designação que deram ao ser humano de " Homo Sapiens " está errada. às vezes portamo-nos piores que bichos que sá atacam para sobreviverem. Sabe, eu também confio demais nas pessoas, sou incapaz de achar que estão sendo falsas ou desonestas. Infelizmente temos de começar a aprender que nem sempre é assim. Um beijinho e até breve.
Emília

Cantinho She disse...

Oi Querida! Essa história é realmente um verdadeiro absurdo!
Beijo, beijo!
She

Cintia Branco disse...

Ná,
É triste, lamentável e o pior, não temos muito o que fazer, isso é o que mais dói, reconhecer nossa impotência diante de ato tão absurdo.
Beijos

Beta disse...

Olá.
Hoje venho aqui para te convidar para participar do amigo oculto do Mix.
Passa lá:
http://www.mixculturainformacaoearte.com/2010/11/amigo-oculto-de-livros-segundo-ano.html
Te espero!

Fernanda disse...

Amiga!

Tivemos exactamente o mesmo texto da nossa querida Loli no dia. Esperemos que não seja mesmo uma batalha perdida.


beijos

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Ná! desculpe escrever aqui nesse post tão importante e de tema sério, mas vai lá no meu blog! hj eu respondi aquele meme q vc me mandou, da pegadinha hahaha

bjs e boa semana pra vc! se cuida!

Anônimo disse...

Como as pessoas tem a forma de pensar tao diferentes. Bom pena de morte existe em muitos paises, voce comete o crime e sabe que sera julgada e que pagar pelo que cometeu, mesmo que isso seja com sua propria vida. Se nao quisesse que chegasse a tudo isso,entao que fosse temente a DEUS.Ela nao e crianca e sabe das consequencias de suas atitudes e depois nao concordo quando voce diz ``a VIOLENCIA CONTRA A MULHER.`` No pais dela adulterio e homicio voce paga com a vida, entao que ela nao tivesse cometido esse crime e nao tivesse mandando matar o marido. E muito facil agora o povo ocidental quere defender essa moca, acha que tudo isso e uma grande barbarie.. Quem dera Brasil tivesse leis mais severas.. Minha opniao..

Nathália (Ná) disse...

Anônimo
Respeito a sua opinião, mesmo não sendo a minha.
Acho que nada justifica uma morte tão cruel por apedrejamento, devemos nos colocar no lugar da pessoa antes de julgar, de apontar, afinal quem nunca errou que atire a primeira pedra, e nesse caso quando se diz "violência contra a mulher", é porque as leis são mais severas para o sexo feminino.

Como você citou Deus no seu comentário, aproveito o gancho e digo que apenas Ele podera nos julgar, ou decidir quem morre e quem sobrevive. Esse pedido de socorro é o pedido de uma pessoa, um ser humano e como disse Deus em sua infinita sabedoria "Ame o próximo como a si mesmo", então tento passar essa lição adiante.