quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Deus é Culpado?

Finalmente a verdade é dita na tv.

A filha de Billy Graham estava sendo entrevistada no Early Show e Jane Clayson perguntou a ela:
Como é que Deus teria permitido algo assim acontecer no dia 11 de setembro?
Anne Graham deu uma resposta profunda e sábia:

Por muitos anos temos dito para Deus não interferir em nossas escolhas, e sair de nossas vidas. Sendo um cavalheiro como Deus é, eu creio que Ele calmamente nos deixou.
Como podemos esperar que Deus nos dê a sua benção e a sua proteção se nós exigimos que Ele não se envolva mais conosco?

- Á vista de tantos acontecimentos recentes; ataques de terroristas, tiroteio em escolas, etc...Eu creio que tudo começou quando Madeline Murray O'hare (que foi assassinada), se queixou que era impróprio fazer orações nas escolas como se fazia antigamente e nós concordamos com a sua opinião.
Depois disso alguém disse que seria melhor também não ler mais a Biblía nas escolas.... A Biblía que nos ensina que não devemos matar, roubar e que devemos amar nosso próximo como a nós mesmos. E nós concordamos com esse alguém.

Logo depois o Dr. Benjamin Spock, disse que não deveriamos bater em nossos filhos, quando eles se comportassem mal, porque suas personalidades em formação ficariam distorcidas e poderíamos prejudicar sua auto estima, (o filho dele se suicídou) e nós dissemos: "Um perito nesse assunto deve saber o que está falando". E nós concordamos com ele.

Depois alguém disse que os professores e diretores das escolas não deveriam disciplinar nossos filhos quando se comportassem mal.

Aí, alguém sugeriu que deveríamos deixar que nossas filhas fizessem aborto, se elas assim quizessem (afinal gravidez na adolescência pode acontecer a todo momento). E nós aceitamos sem ao menos questionar.

Então alguém sugeriu que imprimíssimos revistas com fotografias de mulheres nuas, e dissemos que era uma coisa sádia e uma apreciação natural do corpo feminino.

Depois uma outra pessoa levou isso mais adiante e publicou fotos de crianças nuas e foi mais além ainda colocando-as á disposição na internet.

Agora estamos nos pergunatando porque nossos filhos não tem consciência e porque não sabem distinguir entre o bem e o mal, entre o certo e o errado, porque não lhes incomoda matar pessoas estranhas ou seus próprios colegas de classe, ou a si próprios...Provavelmente se nós analisarmos seriamente, iremos facilmente compreender: Nós colhemos aquilo que semeamos!!!

É triste como as pessoas culpam a Deus e não entendem porque o mundo está indo a passos largos para o inferno.

É triste como cremos em tudo que os jornais e a TV dizem, mas duvidamos do que a Biblía, ou do que a sua religião, que você diz que segue ensina.

É engraçado como somos rápido para julgar e não queremos ser julgados!

Decidi escrever um pedaço dessa entrevista da Anne Graham, porque quando li parei para refletir e ver que tudo isso que ela diz é realmente verdade.
Algum tempo atrás entrei no blog da Raquel (Perdida pelo Mundo) e li um post em que ela falava sobre a educação das crianças, ela dizia que quando fazia alguma coisa errada levava um açoite.

Lembro-me das palmadas que levei de minha mãe, dos "Nãos" que me foram ditos e que eu não aceitava, sempre achava que era implicancia da minha mãe, que ela proibia sem motivos, e ás vezes até dizia que gostaria de ter outra mãe......Hoje agradeço por todas as palmadas e por todos os "Nãos", pois ajudaram na formação do meu carater. E é desse mesmo modo que estou moldando o carater dos meus filhos, tenho certeza que iram me agradecer no futuro, como eu agradeço aos meus pais.

Deixo a questão em aberto. E você o que acha do mundo hoje? Devemos ou não segurar as rédeas de nossa família com pulso firme e muito amor?

"QUEM AMA EDUCA"



10 comentários:

(Carlos Soares) disse...

Pôxa,Ná. Interessantíssimo e muito inteligente sua postagem e digo mais. Vai dar certinho com o que vou postar amanhã.Vou te lembrar pra ler,tá bem? mas hoje já tem uma legalzinha lá.beijos e parabéns

Maria Bonfá disse...

vim agradecer sua visita e conhecer seu blog.. adorei.. e esse post é muito bom.. realmente tudo o que temos feito é afastar Deus de nossas vidas. me assusta muito quando me deparo com criaças mal educadas e as mães dizem..Não posso com ele.. acho isso horrivel. pois "quem ama educa " parabens..beijos

liarslopes disse...

A nossa geracao levou palmadinhas e sobreviveu muito bem, diga-se de passagem. Hoje muitos paises estao desenvolvendo suas legislacoes para proibir tal punicao. As novas teorias pedagogicas nos sugerem o castigo, etc...(vide `supernanies`)... Aqui na Inglaterra ja eh lei e o Brasil ta indo pelo mesmo caminho.... Eu sinceramente nao sei onde isso vai parar...

Chica disse...

É preciso muito amor mesmo, só ele pode unir e fazer as coisas melhores.beijos,tudo de bom,chica

comunicadoras disse...

Olha, Ná. Deus esté em cada um de nós e compete só a nós procurar o bem e o Mal; sempre eduquei os meus filhos com rigor e carinho adicionando muito diálogo; levaram as benditas palmadas sempre que precisaram e hoje tenho 2 jovens adultos que mnunca me deram problemas e o meu filho mais velho está seguindo os ensinamentos que levou de casa e aplicando aos seus filhinhos; a base da formação dos nossos jovens está em casa, na família e não nas escolas como hoje querem que seja, pois assim os pais fogem à sua responsabilidade; se não partir de casa a educação e o ensinamento dos valores como respeito pelos outros, o sentido da prática do bem, não há escola que dê jeito e isto tem de partir desde o berço, ensinando a criança que há limites, que tem que obedecer e respeitar os mais velhos; se deixarmos isso para quando crescerem já não vamos a tempo.Somos nós os culpados desta geração rebelde e inconsequente que vemos por aí; os pais não estão a saber ser pais e aí está o cerne dos graves problemas de hoje.Obrigada, Ná pelo tema e parabéns. Beijinhos e que consiga sempre dar ao seu filho o melhor que uma mãe pode dar: EDUCAÇÃO em todos os aspectos.
Emília

ΓΙΑΝΝΗΣ Β. ΚΩΒΑΙΟΣ disse...

Hi Nathalia! How are you? See, please, the new photos from greek island of Lesbos in my blog! Kisses! JOHN

Depois dos 25, mas antes do 40! disse...

A-M-E-I! É tudo o que penso e um pouco mais.

Não em relação a Deus porque se ele não está nem aí para quem morreu no 11 de setembro, também não estaria nem aí para os iraquianos que os EUA matam? Gosto dos EUA, mas acho impressionante como se acham vítimas quando seu país é atacado. Deviam entender um pouco mais de história e a população enxergar em cima de quantas mortes Israel nasceu, todas com a ajuda e benção dos EUA.

Educação e Deus nada têm a ver com estes bichos que a sociedade está nos apresetnando. Mães que passam mais tempo no trabalho do que com o filho. E quando chega em casa, vão os dois juntos assistir BBB. Nada contra o programa, mas se é o úncio tempo que tem com o filho, melhor que seja lendo um livro, conferindo a lição de casa, sabendo sobre sua vida. Mas por que não faz? Está cansada demais.

Tive mãe que trabalhava o dia inteiro. Saia ás 5 e voltava 10 da noite, mas sempre me cobrava, educava, batia sem pena, me mandava contar para ela a história do livro que estava lendo e depois fazer um resumo.

Um dia desses contei isso para uma amiga que é mãe de um menino de 9 anos e ela disse: eu tb mando ele fazer resumo, mas quem disse que ele faz?
Ai eu disse: Mas ele só faz o que quer?
Ela disse: Flavia... você não conhece esta geração...
Eu: Quando ele diz que não fez, qual a punição? Ela: nenhuma...
Eu: Ah... Desculpe, mas em qualquer lugar do mundo conhecemos a dor de uma boa surra.

Eu amei este texto. Se estes seres mimados ficassem apenas em casa, depois de criado, sem problemas, mas o pior é que são entregues a sociedade.

Desculpe, escrevi demais rs

Beijos

Pam Salzgeber disse...

Menina,que post lindo,e que blog lindo...

Concordo plenamente e assino embaixo.

Hoje mesmo surgiram muitos comentários enquanto estava com minhas irmãs.

Eu sempre fui muito rigida com meus filhos, sempre ensinei e cobrei educação desde bebês, hj eles tem 3 e 4 anos, falta muito ainda para aprenderem, mas sei que estou no caminho certo.

Bato quando precisa, coloco de castigo e converso muito tbm.

E eles dão muito menos trabalho do que as minhas sobrinhas q são mais velhas.

Amei tudo por aqui e já to te seguindo.

Da uma passadinha no meu blog
e vota em mim no gazeta blogueiro, se vc gostar do que ver por lá.

Espero ve-la lá

Beijocas

Luciana Klopper disse...

Tem selinho pra vc no blog

Taia Assunção disse...

Parabéns pelo post. Concordo em gênero, número e grau. Minha vida está corrida, mas quando conseguir me organizar farei uma visita com mais tempo. Beijocas!